PARAGUAI RESISTE BRAVAMENTE AO ATAQUE COMUNISTAS:

PARAGUAI RESISTE BRAVAMENTE AO ATAQUE COMUNISTA DA VAGABUNDAGEM LATINO-AMERICANA. COMUNISTAS NÃO RETORNARÃO AO PODER!

O Tribunal Superior de Justiça Eleitoral do Paraguai descartou qualquer possibilidade de antecipar as eleições previstas 21 de abril de 2013. Com a decisão, Federico Franco deverá completar o mandato em agosto de 2013, como previsto pela Constituição.

Em comunicado, o tribunal disse que Franco é o legítimo Presidente da República do Paraguai e vai completar o período constitucional 2008 até 2013, para o qual tinha sido eleito vice-presidente junto ao governante agora cassado Fernando Lugo.
A mensagem especificou ainda que Lugo e Franco foram escolhidos como presidente e vice do país no pleito de abril de 2008 (com 40,8% dos votos) e que o calendário eleitoral «não pode ser modificado pela Justiça Eleitoral».
Dessa forma, as eleições internas dos partidos políticos para a definição dos candidatos a presidente serão realizadas entre 9 de dezembro de 2012 e 20 de janeiro de 2013.
Caso – O órgão eleitoral também citou na nota a resolução da Corte Suprema do país, que desprezou nesta segunda-feira a ação de inconstitucionalidade promovida por Lugo contra o julgamento político promovido contra si pelo Legislativo.

O julgamento político de Lugo ocorreu em menos de 30 horas. O ex-presidente foi cassado e substituído por Franco na sexta-feira passada. O ex-governante buscou o amparo do Poder Judiciário argumentando que os prazos concedidos não foram suficientes para articular uma defesa. Diante disso, o Tribunal Eleitoral lembrou que Lugo aceitou publicamente se submeter ao julgamento político, antes de seu início, e acatou o veredicto. Do site da revista Veja

MEU COMENTÁRIO: Em que pese a estúpida pressão dos comunistas latino-americanos até mesmo de idiotas europeus, o novo governo democrático do Paraguai, ao que tudo indica, repetirá o episódio de Honduras: resistirá e não permitirá nunca mais os comunistas no poder.
Até agora Fernando Lugo perdeu todas. Os comunistas estão levando uma sova de democracia no Paraguai. O novo presidente revela calma e garante o calendário eleitoral.
O caso do Paraguai é emblemático e pedagógico. Mostra claramente o nível do arreganho comunista. A bandalha fincou suas garras sobre o continente latino-americano e se não houver resistência todo o continente será transformado numa grande Cuba onde a liberdade irá para a lata do lixo, como já ocorreu na Venezuela, Bolívia e Equador.
É vergonhoso que as grandes democracias do mundo desenvolvido estejam rastejando sabujas ante o movimento comunista internacional.
Sob o queniano Obama, os Estados Unidos também trepam em cima do muro.
A guerrilha midiática se encarrega de insuflar criminosamente um confronto no Uruguai. Os jornalistas, em sua maioria comunistas e comedores de caraminguás desses governos esquerdistas, estão a postos para escamotear a informação verdadeira.
Mas o Paraguai vai resistir. Escrevam aí. Não tem mais volta!