Jovem viaja à Bahia, é atacada e jogada em matagal

A campo-grandense Joevellyn Aghata, de 18 anos, foi encontrada debilitada, com sinais de espancamento e vestindo apenas roupa íntima e blusa, na noite de ontem (16), em Salvador (BA), onde estava desaparecida desde sábado (13).
Segundo relato de familiares, a jovem saiu de Campo Grande na sexta-feira para passar o feriado na casa de uma amiga, que mantinha contato a cerca de três anos pelo Facebook. Segundo o irmão da jovem, Márcio Alex, ela chegou bem em Salvador, se encontrou com a amiga no aeroporto como combinado e o último contato feito com a família foi no sábado, onde ela disse estar bem. “Ficamos sabendo do desaparecimento na segunda-feira (15), quando essa amiga dela entrou em contato com a gente falando que a Joevellyn havia sumido desde sábado”, conta Márcio.

Segundo a Polícia Militar de Salvador, a jovem foi encontrada no Bairro São Cristóvão, considerado um dos mais perigosos da capital baiana. Apesar da suspeita, a polícia aguarda o laudo médico, que vai apontar se a jovem foi estuprada. “Conversei com o policial que encontrou ela. Ele acredita que ela tenha sido desovada, pois não foram encontrados vestígios da agressão próximo ao local. Ela foi jogada de um barranco, um local de difícil acesso”, relata Márcio.

De acordo com a família, Joevellyn está em observação num hospital em Salvador sob guarda policial e, devido ao estado de saúde, ainda não prestou depoimento. A polícia aguarda a melhora da jovem para colher mais informações que possam ajudar na investigação.