Hemonúcleo de Ponta Porã precisa de sangue O(-)

Estoque de sangue O (-) continua baixo
O Banco de Sangue do Hemonúcleo de Ponta Porã está com seu estoque regular, entretanto, o sangue tipo “O” Rh (-) o mais raro continua em falta e a unidade conclama os doadores a comparecerem “para salvar vidas”.

As doações podem ser feitas das 7h00min às 11h00min, em jejum.

O enfermeiro Pedro Alvin Ruiz, encarregado do setor de Triagem Clínica, disse que a recepção na unidade tem média baixa. “Deveríamos receber em torno de 15 doações diárias, mas temos obtido em média apenas seis por dia”, lamentou, dando conta de que Ponta Porã atende a 11 cidades vizinhas, inclusive Pedro Juan Caballero.

Para o enfermeiro, a doação deve ser um hábito comum na sociedade em atitude de amor ao próximo. “A doação de sangue é um gesto simples, mas que pode salvar vidas. Quanto mais a população tomar essa atitude, melhor será o serviço prestado e maiores as condições de cura para alguns casos. Essa é uma prática que todos deveriam exercitar, o amor e a solidariedade”, afirmou.

CRITÉRIOS PARA DOAÇÃO DE SANGUE:

• Ter entre 16 e 67 anos;
• Ser saudável;
• Pesar acima de 50 kg;
• Repouso mínimo de 6 horas na noite anterior;
• Evitar alimentos gordurosos antes da doação;
• Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;
• Apresentar um documento oficial com foto.

Mercosulnews