Câmara aprova início do processo de impeachment contra Lugo


 
 
 
 
A Câmara dos Deputados paraguaia, controlada pela oposição, aprovou nesta quinta-feira o início de um processo de impeachment contra o presidente Fernando Lugo «por mau desempenho de suas funções», de acordo com autoridades parlamentares.
A iniciativa ocorre logo após o episódio da desapropriação de um terreno, em que 17 policiais e camponeses foram assassinados na semana passada em Curuguaty, a 250 km da capital.
Paraguai fará investigação com OEA sobre conflito com sem-terra
No Paraguai, Justiça decreta prisão de 12 envolvidos em conflito rural
O julgamento do impeachment foi aprovado por 73 votos a favor e um contra. O pedido deve passar ainda pelo crivo do Senado, que também é controlado pelas forças de oposição. Se for aprovado pelos senadores, o julgamento político também deve ficar a cargo desta Casa legislativa.