Adolescente é ferido com 14 facadas dentro de casa em Cel.Sapucaia

Adolescente paraguaio foi levado em estado grave para hospital.
Um suspeito, adolescente de 17 anos, foi apreendido e nega envolvimento.
Um adolescente paraguaio foi ferido com 14 golpes de faca no tórax, braços e pernas, em crime ocorrido na noite de terça-feira (25), em Coronel Sapucaia, a 380 km de Campo Grande, região de fronteira com o Paraguai. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi levada em estado grave para um hospital paraguaio.
Segundo a polícia, a vítima mora com uma brasileira, de 26 anos, na Vila Nova, em Coronel Sapucaia. Na terça, por volta das 19h (horário de MS), segundo relato da mulher, a casa deles foi invadida por três jovens encapuzados, aparentemente adolescentes. Um deles ficou no portão da residência, vigiando.
 
Um dos adolescentes, armado com a faca, agrediu a vítima. Em seguida, os garotos fugiram e a mulher acionou socorro médico para o marido.
No hospital, a vítima conseguiu relatar que havia discutido com um adolescente 17 anos no dia anterior e, por isso, acreditava que ele poderia ser um dos suspeitos.
Com as informações da vítima, a polícia foi até a casa do garoto com quem ele teria discutido. O jovem foi encontrado, confessou a discussão, mas negou envolvimento no crime. O adolescente permanece apreendido, sob investigação.
De acordo com a polícia, o suspeito indicou o endereço de outro adolescente, que poderia ter envolvimento no crime.
Na casa do segundo adolescente, a polícia só encontrou a mãe e o padrasto, que disseram que o garoto teria ido até a casa do colega na tarde de ontem e que os dois saíram juntos. Ainda conforme a família, ele só voltou a noite, com marcas de arranhões pelo corpo.
Com a autorização dos pais do garoto, a polícia fez uma busca pela casa e encontrou um revólver calibre 32 embaixo do colchão do adolescente. No quarto dele também foi encontrada uma camiseta vermelha, a mesma identificada pela mulher da vítima. Ele continua foragido.
O caso foi registrado na Polícia Civil de Coronel Sapucaia como tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo.